Carta Ao Povo Brasileiro II

Uma sociedade competitiva

Que tempos são esses que se pregam pessoas em cruzes, decapitam cabeças e se esquartejam em praça pública (virtualizada nas redes sociais) ??? vamos ter bom senso em prol da dignidade humana e da fraternidade. Escolher um lado não transforma o outro lado em seu inimigo. O muro que separava Berlim já ruim a muitos anos atrás. Tenham bom senso, não precisamos continuar o péssimo hábito de exterminar quem não concorda com o que nós queremos. O distanciamento ideológico deveriam unir as pessoas no intuito de remover as arestas, pois vivemos numa sociedade democrática onde a liberdade de expressão deveria ser usada para aproximar as pessoas com respeito ao próximo, jamais com tolerância. Tolerar tem limite, respeito não. Até quando o  Homem continuará sendo o Lobo do Homem ? Eu não sei se o errado sou eu em acreditar que o Homo sapiens é realmente sapiens por acreditar sim que o dialogo com respeito é o melhor modo de construir uma sociedade justa.

Então, chegaram pra mim e falaram: Mas Josemir , como é possível alguém votar em X ??? bom é essa realmente a pergunta ou seria ” como é possível alguém não votar em quem eu voto, como é possível alguém não chegar as mesmas conclusões que eu? Eu refleti certo, quem não chegar as mesmas conclusões que eu cheguei, ou é corrupto ou é ignorante.

———- quem discorda das premissas dá curti, quem concorda com o resultado compartilha. Quem ‘disconcorda’ comenta pra vê se passa a vergonha ———– Sim, eu gostaria mesmo que isso acontecesse.
.
Pra começo de história, Eleições não é tipo BBB que você vota em quem você acha que merece ganhar o prêmio. Muito menos é Programa do Ratinho onde a bestialidade devora a dignidade humana.

Ok, temos militantes ( e extremistas) em ambos lados. Mas agora o negócio está descambando pra intolerância, já que o respeito morreu antes das urnas do primeiro turno.
.
Responda pra você mesmo, ali, na hora do banho: Seu discurso em proteger o candidato X e acusar o candidato Y é porque você realmente acha que as propostas do tal presidenciável é aquilo que você também acha que é o que o país precisa de fato. Ou é um modo de você reafirmar sua posição e convicção frente a realidade social que você resolveria facilmente se estivesse no Poder?
.
Afinal, você está defendendo as suas convicções ( muitas delas alicerçada no pré-conceito e preconceito ) e usando os presidenciáveis como disfarce… ou a melhor proposta de país para os próximos 4 anos?
.
O intuito desse post é de fazer um apelo de vigilância ao comportamento extremista.
Pare, pense, reflita.
faça novamente. Respire, se informe. Escute o que o outro lado pensa. Muito provavelmente será a primeira vez em que você esteja na alçada de temas como ” alternância de poder, politicas publicas, economia politica, Direito.. ” temas nos quais devem ser inerentes a condição de cidadão numa dita sociedade civilizada. Não precisa estar numa faculdade pra distinguir o que você acha sobre um tema destes ai citados por mim, mas é essencial que se busque fontes em diversos meios de comunicação.
.
Todos aqui sabem da minha opção nessas eleições e eu realmente acredito que ela será a melhor proposta tanto pra mim quanto para a maior parte da população do nosso país. Tenho minha time line dividida por Aécistas e Dilmistas que os defendem com todo o vigor e vocabulário extraídos de redações do ENEM. Há um ódio orgânico e bestial que fora desperto nesse período eleitoral. Eu duvido muito que as amizades que estão sendo desfeitas dentro do facebook, e principalmente fora do mundo virtual esteja ligado a ideologias partidárias do PT/PSDB. Vejo que esse é apenas a desculpa esfarrapada para a quebra na amizade quando na verdade o motivo é aquele conhecido. O Amargo, envaidecido, egocêntrico e inquestionável EGO que eu muito vejo vestido com a moda da intolerância, do desrespeito, do extremismo competitivo. O terrível ego do Homem Lobo do Homem.
.
Entretanto, e pro meu desalento, raras as discussões que eu vejo onde se propõem como foco das discussões as propostas dos candidatos. E aqui eu me pego fazendo parte dessa maioria pois é realmente difícil encontrar alguém com quem eu possa discutir ideias sobre o que pode vir a acontecer em 4 anos, e não ficar amordaçado na questa do que já aconteceu de 1994 até 2014.
.
Fica a provocação, que ao menos você seja capaz de ouvir o que o outro em a dizer sobre as propostas do presidenciável que ele escutou e tente você falar, sem querer catequizar, o que as propostas do teu candidato tem a oferecer nos próximos 4 anos. Vamos falar sobre idéias, e não sobre pessoas. Sejamos pois civilizados e acima de tudo, humanos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s