Lista de Janot: Primeiras impressões.

Pra quem ainda não entendeu: a sangria da Petrobras escancarada pela Operação Lava-Jato não coloca em xeque apenas o partido A ou o partido B, o governo C ou o governo D, o parlamentar E ou F. O que está em questão é a própria lógica do sistema político brasileiro, sequestrado pelo poder econômico via financiamento privado de campanha eleitoral. Não é coincidência que as empreiteiras envolvidas no esquema estão também entre as maiores financiadoras de campanha deste país.

Quem realmente quer combater a corrupção, para além do udenismo moralista-seletivo-midiático, tem que somar forças na luta por uma reforma política que institua o financiamento público exclusivo e estipule um teto de gastos baixo para as campanhas. Tem um bocado de gente tentando construir isso no Brasil através da campanha por uma Assembleia Constituinte Exclusiva e Soberana do Sistema Político.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s